Melhor moto custo benefício no Brasil; não é CG 160 e você vai se surpreender

Compartilhar

Você sabe qual a melhor moto custo benefício no Brasil? Sinto te dizer, mas não é a Honda CG 160, muito menos Yamaha Factor 125 ou qualquer outra de baixa cilindrada.

Primeiro vamos definir o que é custo/benefício para uso neste artigo. Ele pode significar várias coisas, como a moto mais econômica pelo valor pago, a moto mais potente pelo valor pago, e até a moto com a manutenção mais barata, considerando o valor pago.

Mas neste artigo, o conceito de custo/benefício é outro: O quanto você recebe de potência pelo valor pago, ou seja, o quanto você paga por cada CV que a moto te entrega.

Vamos começar pela moto mais vendida do Brasil, a Honda CG 160. Ela, na versão Titan, possui preço público sugerido de R$ 14.620,00 mas seu preço real, na concessionária, a tabela Fipe, é R$ 18.134,00. Iremos sempre utilizar o valor real pago, ou seja, o que consta na tabela Fipe, para modelo 0km.

Neste caso, a CG 160 Titan, que possui uma potência máxima de 15,1 CV, fica com um custo benefício de R$ 1.200 ou seja, para cada 1 CV de potência, você está pagando R$ 1.200 (para chegar nesse valor, divide-se R$ 18.134 por 15,1). Com isso, quanto menor o valor que você paga por cada CV, melhor.

Vamos pegar então a moto mais barata da Honda, a Pop 110i. Ela possui preço Fipe de R$ 10.708,00 e potência de 7,9 CV. Então, seu custo benefício é de R$ 1.355, ou seja, você está pagando esse valor por cada 1 CV que ela te entrega.

fazer fz25 2023
Yamaha Fazer FZ25

Assim, vamos passar para a Yamaha e pegar a Fazer FZ25. Ela possui preço Fipe de R$ 23.236 e potência máxima de 21,5 CV. Então, seu custo benefício é de R$ 1.081, ou seja, ela possui um custo benefício melhor que a Honda CG 160 Titan e Pop 110i.

Mais um exemplo? A Honda ADV 150 possui preço Fipe de R$ 24.092 e potência de 13,2 CV, então, seu custo benefício é de R$ 1.825, ou seja, é muito ruim.

Mas então, qual é a moto com o pior custo benefício no Brasil? É a Shineray Jet 50 2X, uma cinquentinha que possui preço Fipe de R$ 8.441 mas só possui 2,7 CV, então seu custo benefício é de R$ 3.126.

z900 SE 2021 frontal lateral direita
Kawasaki Z900

E a moto com o melhor custo benefício, utilizando esse parâmetro de preço vs potência? É a Kawasaki Z900, que possui preço Fipe de R$ 59.217 e até 125 CV de potência máxima. Então, seu custo benefício é de R$ 474, ou seja, para cada 1 CV que ela te entrega, você está pagando R$ 474.

Ficou curioso? Então veja abaixo a moto com o melhor custo benefício por cada marca:

MarcaMotocusto/benefício
HondaCB 1000RR$ 569
YamahaMT-09R$ 538
DafraApache RTR 200R$ 821
HaojueDK 150 FiR$ 1.264
KymcoPeople GTi 300R$ 891
SuzukiGSX-S1000R$ 503
ShinerayWorker 125R$ 1.318
BMWS 1000 RRR$ 587
KawasakiZ900R$ 474
TriumphStreet Triple RSR$ 488
Royal EnfieldInterceptorR$ 657
DucatiMonster 1200SR$ 651

Interessante, não? A maior parte das moto de baixa cilindrada possuem o pior custo benefício, utilizando o fator preço/potência.

fotos: divulgação

Compartilhar

Marcelo Souza

Autor, Editor e Administrador do site MotoNews Brasil, formado em Ciências Contábeis, apaixonado por motos e tecnologia.

Logo created by DesignEvo logo maker