Vendas da Honda ADV 150 no Brasil ‘explodem’ em março de 2021

Compartilhar

As vendas no Brasil da Honda ADV 150, uma scooter aventureira de baixa cilindrada, ‘explodiram’ em março de 2021, de acordo com dados de emplacamentos da Fenabrave.

De acordo com a entidade, foram emplacadas 1.330 unidades do modelo em março, contra 371 unidades em fevereiro, o que representa um crescimento ‘estrondoso’ de 258%. O crescimento ainda é gigantesco se compararmos com janeiro, quando foram vendidas 474 unidades, crescimento de 181%.

Só para termos uma ideia do sucesso, a ADV 150 emplacou muito mais que a Elite 125, e quase empatou com a líder de vendas na categoria*, a PCX 150 (que emplacou 1.403 unidades em março). *Na teoria, a ADV 150 não compete com Elite 125 e PCX 150, pois é uma scooter aventureira, nova categoria no Brasil, ocupada apenas por ela e pela X-ADV.

O feito é ainda mais impressionante se considerarmos que ela possui um preço, digamos, ‘salgado’: sai por a partir de R$ 17.490 + frete (esse é o preço público sugerido, na concessionária pode ser ainda maior). Só para comparar, a PCX 150 Sport ABS (topo de linha) sai por a partir de R$ 14.410 + frete.

Não sabemos se essas vendas expressivas do modelo é algo pontual ou se de fato ela começa a cair no gosto do brasileiro. O fato é que, em março, ela “bombou”, e parece que ‘nada de braçada’, sem concorrência.

honda adv 2021 vermelha lateral direita frontal

Como é a Honda ADV 150

A Honda ADV 150 foi lançada na Indonésia e chegou ao Brasil para ser a porta de entrada nessa nova categoria de scooters, com capacidade para superar alguns obstáculos.

O design agressivo e futurista é totalmente baseado na “irmã” maior de 750cc, a X-ADV, com ângulos bem definidos. Traz faróis duplos horizontais com linhas de LED nas laterais para a iluminação diurna (DRL) e posição de pilotagem bem ereta.

O foco dessa nova scooter é o uso na cidade, enfrentando o asfalto esburacado, lombadas e valetas. Mas, é possível sim encarar estradinhas de terra batida e vencer alguns obstáculos leves.

honda adv 2021 vermelha lateral direita traseira

Isso fica evidenciado pelos pneus de uso misto, de medidas 110/80-14 na dianteira e 130/70-13 na traseira, e pela altura livre do solo, de 165mm (a PCX, por exemplo, possui apenas 137mm).

Além disso, as suspensões também dão conta do recado, sendo do tipo motocicleta na dianteira e dois amortecedores com reservatório de gás externo na traseira (da conceituada marca Showa).

Mais itens comumente utilizados em motocicletas presentes nesta scooter são o guidão cônico e o para-lama traseiro.

Item inédito numa scooter de 150 cc é o grande para-brisa ajustável, que é facilmente operado e pode ser ajustado em dois níveis.

honda adv 2021 branca lateral direita frontal

Conjunto mecânico e tecnologia

A Honda ADV 150 2021 possui motor monocilíndrico de 150 cm³ com refrigeração líquida, capaz de gerar até 13,2 CV de potência máxima a 8.500 rpm e 1,38 kgfm de torque a 6.500 rpm. Além disso, ele é equipado com o sistema ‘Idling Stop’, que desliga a scooter nas paradas dos semáforos, para economizar combustível.

O câmbio é automático do tipo V – MATIC (CVT), a capacidade do tanque de combustível é de 8 litros, a altura do assento é de 795mm e o peso seco é de apenas 127 kg.

Ela possui disco de freio de 240mm na dianteira com ABS e 220mm na traseira. Além disso, toda a iluminação é em LED (faróis, lanternas e piscas), possuindo até pisca-alerta.

Outros destaques do modelo são: painel totalmente digital em LCD (inspirado na X-ADV), espaço embaixo do banco com 28 litros de capacidade, sistema ‘Smart Key’ para partida sem chave, sistema de alarme e tomada 12V.

honda adv 2021 painel

fotos: divulgação

Compartilhar

Marcelo Souza

Autor, Editor e Administrador do site MotoNews Brasil, formado em Ciências Contábeis, apaixonado por motos e tecnologia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo created by DesignEvo logo maker