Aventureira Royal Enfield Himalayan pode ganhar motor de 450 cc mais potente

Compartilhar

A moto aventureira Royal Enfield Himalayan pode estar recebendo um motor maior e mais potente, de 450 cc, de acordo com rumores presentes em alguns renomados sites internacionais.

Não, não é o rumor que indicava uma Himalayan com motor bicilíndrico de 650 cc e que equipa a Continental GT e Interceptor. Este agora indica que o modelo permanece com o mesmo monocilíndrico, mas com capacidade cúbica aumentada.

De acordo com os rumores, com a capacidade cúbica aumentada para 450 cm³, a nova Himalayan (que pode chegar em 2023), teria potência em torno de 40 CV (o modelo atual com motor de 411 cm³ possui 24,8 CV).

De resto, ela permaneceria com o mesmo conjunto mecânico, com suspensão de longo curso, roda de 21″ na dianteira, rack frontal e bagageiro traseiro. Além disso, o design rústico permaneceria praticamente o mesmo, com linhas simples e pouca carenagem.

Enfim, ainda não há confirmação dessas alterações. No Brasil, a Himalayan é uma das aventureiras de média/alta cilindrada mais vendidas, de acordo com dados de emplacamentos da Fenabrave. Ela fechou 2021 atrás apenas da BMW R 1250 GS, Triumph Tiger 900, Honda CB 500X e BMW F 850 GS.

Como é a Himalayan

A Himalayan 2022 chegou ao Brasil em setembro de 2021 com navegador GPS ‘Tripper’, atualizações no assento e bagageiro e novas cores.

Uma das novidades no modelo é o sistema ‘Tripper’, uma tela em LCD com função de navegação GPS curva a curva, também presente na Meteor 350. Ele é alimentado pelo Google Maps e pelo aplicativo Royal Enfield app, mantendo seu smartphone conectado à moto via Bluetooth.

himalayan 2022

Além disso, a Himalayan 2022 ganhou 3 novas cores: Granite Black (mistura de preto fosco e brilhante), Mirage Silver (Prata) e Pine Green (verde camuflado), este último já inclui os acessórios protetor de motor, protetor de cárter, protetor de mãos e malas traseiras.

O modelo é equipado com roda raiada de 21″ na dianteira e 17″ na traseira, além de pneus de uso misto e ‘switchable ABS’. Com esse sistema, é possível desligar o ABS na roda traseira, permitindo um passeio off-road mais adequado.

Como mencionado, o atual motor da Himalayan é um monocilíndrico de 411 cm³ refrigerado a ar, capaz de gerar até 24,8 CV de potência máxima e 3,26 kgfm de torque a 4.250 rpm.

Por fim, ela possui uma distância livre do solo de 220 mm, a altura do assento é de 800 mm, o tanque de combustível possui capacidade de 15 litros e, o painel de instrumentos é completo, com mostradores analógicos e digitais em LCD, com destaque para o novo Tripper.

Enfim, a Royal Enfield Himalayan continua sendo uma boa opção de moto aventureira on/off-road de média cilindrada, sendo robusta, versátil e adaptável a todos os tipos de terreno. Se receber um motor maior e mais potente, ficará ainda melhor e pode se tornar a ‘queridinha’ no segmento.

Para mais informações, acesse https://www.royalenfield.com/br/pt/home/.

fotos: divulgação

fonte do rumor

Compartilhar

Marcelo Souza

Autor, Editor e Administrador do site MotoNews Brasil, formado em Ciências Contábeis, apaixonado por motos e tecnologia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo created by DesignEvo logo maker