Venda de motos novas no Brasil cresce ainda mais em dezembro de 2022 e fecha ano com mais de 1,36 milhão

Compartilhar

A venda de motos novas no Brasil registrou um crescimento em dezembro de 2022, e ultrapassou 132 mil unidades emplacadas. Houve uma alta de 7,2%, comparando com novembro, segundo dados de emplacamentos da Fenabrave. Contra o mesmo período do ano passado, o resultado é muito positivo, com crescimento de 17,6%.

Em dezembro de 2022, foram emplacadas 132.129 unidades, contra 123.222 em novembro, uma alta de 7,2%. Contra o mesmo mês do ano passado, houve uma alta de 17,6% e no acumulado (janeiro-dezembro) contra o mesmo período do ano passado, o crescimento foi de 17,7%.

De acordo com a Fenabrave, este foi o ano de consolidação do segmento, seja como veículo de trabalho (delivery) ou como transporte individual.

“Foram mais de 1,3 milhão de motocicletas emplacadas, sendo que o subsegmento city registrou um aumento de mais de 1,5% de participação no mix, o que reforça sua importância como ferramenta de trabalho para entregas e para deslocamentos urbanos”, argumentou Andreta Jr., Presidente da FENABRAVE.

As principais marcas que apresentaram as maiores altas em dezembro foram: Voltz (+246%), Mottu (+64%), Yamaha (+16%), Kawasaki (+15%), Dafra (+14%) e Triumph (+9%).

Apesar da alta, algumas marcas venderam menos em dezembro: TVS (-88%), BMW (-29%), e Avelloz (-5%).

yamaha nmax 160 abs 2022

A Honda continua na liderança folgada com 75,8% de participação de mercado no acumulado, mas em dezembro, a marca japonesa reduziu um pouco sua participação, para 73%. Já a Yamaha subiu sua participação de 16,3% no acumulado para 18% em dezembro.

Enfim, a Fenabrave projeta que em 2023, a venda de motos novas irá ultrapassar 1,48 milhão de unidades, ou seja, crescimento de 9% sobre os emplacamentos de 2022.

fonte: Fenabrave

Compartilhar

Marcelo Souza

Autor, Editor e Administrador do site MotoNews Brasil, formado em Ciências Contábeis, apaixonado por motos e tecnologia.

Logo created by DesignEvo logo maker