Triumph inicia fase final do seu projeto de moto elétrica TE-1

Compartilhar

A Triumph anunciou o término da fase 3 e o início da fase 4 (final) do seu projeto de moto elétrica Triumph TE-1. Com o protótipo pronto, agora a marca se concentra nos testes em ruas e circuitos fechados (nas instalações de última geração da Triumph), chamado de ‘programa de testes ao vivo’.

O projeto Triumph TE-1 é uma colaboração entre a Triumph Motorcycles, Williams Advanced Engineering, Integral Powertrain Ltd e WMG na Universidade de Warwick, financiado pelo Escritório para Veículos com Emissão Zero do governo britânico, para criar desenvolvimentos inovadores em engenharia especializada de motocicletas elétricas e design inovador de tecnologia integrada.

Com a conclusão do protótipo, nos próximos 6 meses a fase completa de testes ao vivo do projeto TE-1 (fase 4) entrará em operação e abrangerá:

Teste de estrada:

  • Calibração do acelerador
  • Mapeamento de desempenho do trem de força
  • Saída de potência e torque
  • Avaliação de alcance e consumo de bateria
  • Desenvolvimento do modo Rider
  • Validação da funcionalidade do software
  • Otimização térmica

Teste de pista:

  • Manuseio
  • Aceleração
  • Estratégia de frenagem e regeneração de frenagem
  • Controle de tração
  • Controle de elevação da roda dianteira
triumph moto elétrica protótipo

Como é o protótipo de moto elétrica da Triumph

Com o anúncio do início da fase 4, a Triumph aproveitou para apresentar as primeiras imagens do protótipo, mostrando o design final da moto.

A moto elétrica da Triumph apresenta um design bem agressivo, com rabeta extremamente curta, e não passa a impressão de ser uma moto elétrica. O conjunto ótico frontal lembra outros modelos da marca, como a Speed Triple 1200 RS e a Street Triple.

O modelo conta com especificação de ponta, incluindo transmissão final por correia Gates Carbon, suspensão dianteira invertida Öhlins, e freios Brembo com pinças M50 monobloco de montagem radial.

Sobre o motor elétrico, foi anunciado que ele é capaz de gerar até 180 CV de potência máxima de pico. A bateria possui capacidade de 15kWh. Ainda não há informação se esses números são finais, portanto, pode mudar até o lançamento da moto.

Só para termos uma ideia, a moto elétrica Zero SR/S possui motor de 110 CV de potência máxima de pico, com bateria de 14.4 kWh.

Enfim, a Triumph diz que a fase 4 será concluída no verão de 2022 do hemisfério norte (julho ou agosto). Após isso, o protótipo será atualizado com seus painéis de corpo final e esquema de pintura, em preparação para demonstração em pista ativa e envolvimento da imprensa.

Para mais informações, acesse o site https://www.triumphmotorcycles.co.uk/.

fotos: divulgação

Compartilhar

Marcelo Souza

Autor, Editor e Administrador do site MotoNews Brasil, formado em Ciências Contábeis, apaixonado por motos e tecnologia.

Logo created by DesignEvo logo maker