Triumph entra para o Campeonato Mundial de Motocross em 2024

Compartilhar

A Triumph anunciou que participará do Campeonato Mundial de Motocross em 2024 com uma equipe oficial, a Triumph Racing Team, criada em parceria com Thierry Chizat-Suzzoni, um dos proprietários de equipes mais experientes e bem-sucedidas do esporte.

A parceria colocará nas pistas duas das novas motos MX de 4 tempos de 250cc da Triumph na classe MX2 de 2024 e terá ainda mais uma entrada na classe MXGP, de 450cc, em 2025.

Sob a nova bandeira Triumph Racing – que cobrirá todas as atividades relacionadas a corridas da Triumph, incluindo as corridas de Moto2 e Supersport –,  a parceria entre a Triumph e Thierry abrangerá uma estrutura e instalações de equipe já bem estabelecidas e altamente bem-sucedidas.

A Triumph Racing está localizada na sede global da Triumph, em Hinckley, Reino Unido, onde a pesquisa, o design, o desenvolvimento de engenharia e a construção de protótipos da marca são parte do dia a dia de todos.

A equipe do Campeonato Mundial de Motocross ficará sediada nas instalações de corrida de Thierry, perto de Eindhoven, na Holanda, onde o pessoal da equipe de corrida, operações e desenvolvimento de competição será alojado.

Os testes das novas motos Triumph de motocross e enduro estão em andamento e informações sobre especificações, características de desempenho e componentes de cada modelo serão divulgadas oportunamente, juntamente com mais notícias sobre a entrada da Triumph Racing em outros campeonatos e categorias de primeira linha.

triumph campeonato mundial de motocross

“Nossa nova parceria com Thierry demonstra o compromisso de longo prazo da Triumph em competir nos mais altos níveis de corrida. Compartilhamos a paixão por oferecer um desempenho de classe mundial, e a experiência que Thierry e sua equipe trazem será inestimável em nossa ambição de deixar nossa marca em um campeonato muito competitivo. Nossa entrada no Campeonato Mundial de Motocross da FIM com uma equipe Triumph Racing apoiada pela fábrica significa um momento marcante no início de nossa nova campanha de corrida off-road de primeira linha”, afirma Nick Bloor, CEO da Triumph.

“A Triumph assumiu um grande compromisso de construir uma moto MX e competir no Campeonato Mundial de Motocross da FIM. Estou feliz que minha equipe seja a Triumph Racing Team oficial em MX2 e MXGP. Nick Bloor e o Conselho de Administração da Triumph deixaram bem claras suas ambições de longo prazo para o projeto e vejo uma enorme paixão de todos na Fábrica. Com respeito à moto, estou extremamente satisfeito com o progresso. Ela parece ótima, tem velocidade na pista e Vincent e minha equipe estão trabalhando com os engenheiros de Hinckley para transformá-la em um pacote competitivo para entrada no Campeonato MX2, em 2024. O MXGP continua crescendo ao redor do mundo, estou muito feliz por estar de volta e ansioso para correr com a Triumph”, informa Thierry Chizat-Suzzoni, Proprietário do Triumph Racing Team (MX2 e MXGP).

“É uma ótima notícia! Provavelmente uma dos mais importantes nos últimos anos. A Infront Moto Racing dará as boas-vindas a um novo fabricante no Campeonato Mundial de MX2 e MXGP. Estamos falando de uma das marcas de motos mais emblemáticas do mundo. A Triumph se juntará ao nosso campeonato a partir de 2024 com um programa completo nas categorias MX2 e MXGP. Este é um anúncio muito importante e é um sinal fantástico sobre o interesse e a importância do MXGP no cenário do automobilismo internacional. Durante os últimos 20 anos, o MXGP vem crescendo e se estabeleceu globalmente. Com uma média de 19 eventos por ano, oferece a melhor plataforma para os fabricantes desenvolverem suas motos e componentes e, ainda, divulgá-los em todo o mundo. Da Ásia à América do Sul, passando pela Europa, o MXGP está cobrindo todos os diferentes mercados e está tocando a maioria dos fãs de off-road do mundo. É com muito orgulho e empolgação que recebemos a Triumph no MXGP e desejamos muito sucesso nos próximos anos e uma ótima competição com as outras equipes de fábrica já presentes”, diz David Luongo, CEO da Infront Moto Racing.

“O lançamento da Triumph Racing é um passo fundamental em nossa jornada para levar a Triumph ao auge das corridas em uma gama ainda maior de disciplinas. Com base no sucesso da Triumph como único fornecedor de motores para o Campeonato do Mundo de Moto2 e na nossa participação nas corridas de Supersport, a mudança para o MX2 e o MXGP abre as portas para um novo capítulo estrategicamente importante nas corridas off-road de primeira linha. Conhecemos bem as exigências da competição do Campeonato Mundial e essa é a razão pela qual formamos a parceria com Thierry. Juntamente com Vincent, sua abordagem às corridas e desenvolvimento de desempenho é impressionante e estamos ansiosos para construir o projeto juntos e aumentar o sucesso que eles já alcançaram no Campeonato Mundial de Motocross”, destaca Jeremy Appleton, Manager da Global Racing, Triumph.

“Estou muito animado com as notícias de hoje. Faz muito tempo. Desde o início deste projeto com a Triumph, fiquei impressionado com o quanto todos têm trabalhado duro. Não podemos deixar de mencionar que todo o grupo de P&D e engenharia que fez parte do desenvolvimento das motocicletas fez um trabalho absolutamente incrível. Desde os primeiros estágios dos protótipos, fiquei realmente surpreso com o quão bom foi o desempenho. Desde então, estando no Reino Unido testando os mais novos desenvolvimentos, posso dizer que eles têm a capacidade de vencer no mais alto nível e eu pessoalmente acredito que os pilotos, de profissionais a amadores, em toda a gama de modelos off-road, vão gostar muito do que foi desenvolvido”, Ricky Carmichael, Embaixador da Global Off-Road, Triumph.

Enfim, para mais informações, acesse https://www.triumphmotorcycles.com.br/.

fotos: divulgação

Compartilhar

Marcelo Souza

Autor, Editor e Administrador do site MotoNews Brasil, formado em Ciências Contábeis, apaixonado por motos e tecnologia.

Logo created by DesignEvo logo maker