MotoGP | Bagnaia vence GP de Valência; na despedida emocionada, Rossi é 10º

Compartilhar

Francesco Bagnaia, piloto da Ducati Lenovo Team na MotoGP, venceu o GP de Valência, neste domingo, e deu o título de equipes à Ducati. Foi sua quarta vitória na temporada, com o pódio todo da Ducati, já que o estreante Jorge Martin (Pramac Racing) fechou em segundo e Jack Miller (Ducati Lenovo Team) em terceiro.

Foi um domingo de muita emoção no circuito Ricardo Tormo, já que foi a corrida de despedida do nove vezes campeão do mundo, Valentino Rossi, que conseguiu terminar em 10º. Danilo Petrucci também se despediu da categoria máxima do motociclismo mundial.

Bagnaia teve uma briga particular com Martin, mas permaneceu boa parte da corrida atrás do novato. Somente após a metade da corrida o italiano conseguiu realizar a ultrapassagem para não perder mais.

Seu companheiro, Miller, perdeu algumas posições após a largada, mas conseguiu se recuperar no fim e terminar na terceira posição. Ele chegou ameaçar a posição de Martin, mas nas últimas voltas, não conseguiu se aproximar o suficiente para tentar a ultrapassagem.

Com isso, a Ducati teve o pódio inteiro para si, com dois pilotos da equipe oficial e um da satélite, sendo a primeira vez que ela conseguiu isso na MotoGP.

Suzuki

A equipe Team Suzuki Ecstar começou a corrida com tudo, colocando seus dois pilotos entre os quatro primeiros. Joan Mir aproveitou o início e assumiu a segunda colocação, colocando pressão sobre Martin. Mas Bagnaia estava pilotando muito, e conseguiu tomar a posição após algumas voltas.

Mir perdeu um pouco de rendimento, e perdeu a terceira posição para seu companheiro Alex Rins que, após ultrapassá-lo, colocou muita pressão para cima de Bagnaia. Ele até tentou uma ultrapassagem mas não conseguiu sustentar. Arriscando muito, ele acabou caindo e abandonando.

Despedida de Rossi

Valentino Rossi (Petronas Yamaha SRT), fazendo sua última corrida da carreira, conseguiu terminar em 10º, sua mesma posição de largada. No início, conseguiu assumir a oitava posição momentaneamente, mas sofreu para mantê-la, sendo ultrapassado por Johann Zarco (Pramac Racing) e Enea Bastianini (Avintia Esponsorama).

De qualquer forma, foi uma boa posição de despedida, e que o deixou muito emocionado após a bandeirada final. O italiano foi abraçado por vários pilotos ainda na pista, e recebeu uma festa ao retornar aos boxes, inclusive das outras equipes.

Nas redes sociais, o ‘The Doctor’ recebeu homenagens e agradecimentos através da tag #GrazieVale. No circuito Ricardo Tormo, um painel imenso com seu rosto foi pintado por um artista e assinado pelo italiano.

O vencedor da corrida (Bagnaia) dedicou a vitória ao seu ‘mestre’, Valentino Rossi, agradecendo por tudo que ele fez, como piloto e na academia VR46. Nomes de peso do esporte mundial deixaram suas mensagens, entre eles Lewis Hamilton, Rafael Nadal, Roger Federer, Ronaldo Nazário (O Fenômeno), entre outros.

Enfim, 2021 acabou e não teremos mais Rossi nem Petrucci nas pistas da MotoGP. Mas 2022 e os anos seguintes prometem ainda mais. Teremos o retorno de Marc Marquez e de Pol Espargaro, esperamos pela melhora física de Franco Morbidelli, Fabio Quartararo defenderá seu título, e teremos uma safra de novos talentos.

Que venha a nova temporada e muito obrigado Vale! (#GrazieVale).

No Brasil, a transmissão acontece ao vivo nos canais do grupo ESPN, e a corrida também pode ser assistida por streaming, através serviço Star+).

fotos: divulgação

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo created by DesignEvo logo maker