Zontes R310 é chinesa com qualidade e tecnologia para brigar com MT-03 e Z400

A marca chinesa de motocicletas Zontes, possui na sua linha a R310, uma naked com estilo agressivo, cheia de qualidade e tecnologia para brigar com Yamaha MT-03, Kawasaki Z400, BMW G 310 R e Cia.

Para começo de conversa, seus modelos já são vendidos na Europa e em alguns países da America Latina, como Argentina, Peru e Equador, por exemplo. Nesses lugares, é uma ótima alternativa às motos acima citadas, pois entrega um bom pacote por um preço bem mais baixo.

A Zontes R310 possui um design geral inspirado principalmente na Kawasaki Z1000 e, até o painel, é bem parecido. O corpo é musculoso, com ângulos bem definidos e agressivos, rabeta extremamente curta, suspensão dianteira invertida, escapamento estilizado em aço inoxidável com ponteira dupla e iluminação Full LED. Já a rabeta traseira e o escapamento lembram modelos da MV Agusta.

Além deste modelo naked, a Zontes possui na linha a X310 (sport tourer, esportiva de turismo), T310 (aventureira) e a V310, uma moto parecida com a Ducati Diavel.

zontes r310
Zontes R310

Mais detalhes da Zontes R310

Os principais destaques da Zontes R310 são: braço oscilante traseiro de alumínio fundido, rodas de liga leve de corte em diamante, freios ABS da Bosch, injeção eletrônica de combustível da Delphi, sistema de escape em aço inoxidável com duplo silenciadores estilizados, suportes de bagagem, ignição sem chave e muito mais.

No coração da moto, está o mais recente projeto de motor da Zontes, um motor DOHC de 312 cc, quatro válvulas, com uma alta taxa de compressão de 12,5:1. Baseado em um cilindro todo em alumínio, revestido com carboneto de níquel, projetado para gerenciar a dissipação de calor para durabilidade e desempenho, o motor funciona nos modos Eco e Sport, oferecendo excelente versatilidade.

Além disso, as árvores de comando funcionam em harmonia com um eixo de equilíbrio de montagem intermediária, que reduzem o atrito e a vibração, aumentando a durabilidade com o benefício adicional de proporcionar um passeio suave e confortável. O cárter é seco, com reservatório de óleo nos tubos do quadro do motor, mantém as peças internas bem lubrificadas e reduz o arrasto do motor para oferecer melhor consumo de combustível.

zontes r310
Zontes R310

O motor é monocilíndrico de 312 cm³ com refrigeração líquida, capaz de gerar até 35 cv de potência máxima @ 9.000 rpm e 3,1 kgfm de torque @ 7.500 rpm. Ele trabalha em conjunto com um câmbio de 6 velocidades e, com isso, a moto é capaz de atingir até 165 km/h de acordo com a fábrica.

As rodas são de 17″ calçadas com pneus de medidas 110/70-17 na dianteira e 160/60-17 na traseira. O peso seco da moto é de apenas 145 kg e a capacidade do tanque de combustível é de 15 litros.

Enfim, na Argentina, a Zontes R310 é vendida por aproximadamente R$ 16,9 mil o que, é muito mais barato que a nossa Yamaha MT-03 (R$ 22.290) e Kawasaki Z400 (R$ 22.990) e quase o mesmo que a Yamaha Fazer 250 ABS (R$ 15.790).

E aí, gostariam dessa moto no Brasil?

fotos: divulgação

Veja também os Mais Populares:

6 comentários em “Zontes R310 é chinesa com qualidade e tecnologia para brigar com MT-03 e Z400

  • 20 de outubro de 2019 em 15:56
    Permalink

    Problemas seria o pós venda!

    Resposta
  • 30 de setembro de 2019 em 22:48
    Permalink

    Entao 16000 custa a argentina,e o salario minimo la sao cerca de 1500 reais,esse brejil e um lixao mesmo

    Resposta
  • 30 de setembro de 2019 em 14:20
    Permalink

    porque que essas maquinas não vem para o Brasil ai é que eu não entendo pois o nosso país tem uma economia melhor que os outros países aqui da américa uma moeda mais forte uma população de um melhor puder aquisitivo e nada não da para entender.

    Resposta
    • 18 de outubro de 2019 em 10:45
      Permalink

      a gente tem uma tributação muito alta, qualquer marca tem medo de trazer moto com cheio de tecnologia, porque uma moto que custa 3-8 dolares ou euros. Se torna 20-40 mil reais.
      a maioria dos brasileiro nao tem $ para comprar ao menos 30-100% a vista.

      Resposta
      • 25 de outubro de 2019 em 17:36
        Permalink

        Exatamente! O problema não é lá fora e sim, aqui no Brasil! Aqui é uma verdadeira fábrica de tributos. Só não sei pra onde vão porque não vi nada de benefício para o país vindo dessa tributação exagerada!

        Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo made with DesignEvo