MotoGP URGENTE | Cal Crutchlow substitui Franco Morbidelli nas próximas 3 corridas

Compartilhar

Cal Crutchlow, atualmente piloto oficial de teste e desenvolvimento de fábrica Yamaha na MotoGP, irá substituir Franco Morbidelli na equipe Petronas Yamaha SRT, nas próximas 3 corridas.

Morbidelli está se recuperando de uma cirurgia no joelho esquerdo, e ficará fora dos GPs da Estíria, da Áustria e da Grã-Bretanha.

Crutchlow conhece as máquinas da Yamaha MotoGP, tendo iniciado a sua carreira na categoria rainha com a marca japonesa em 2011, passando três temporadas a bordo da YZR-M1.

Razlan Razali, chefe de equipe, Petronas Yamaha Sepang Racing Team – “Depois de analisar todas as opções, foi uma decisão coletiva entre a Yamaha e nós pedirmos a Cal Crutchlow para substituir Franco, enquanto ele se recupera da cirurgia. Cal é um piloto credível e experiente, que atualmente é piloto de testes da Yamaha. Como uma equipe independente, é aqui que podemos realmente ajudar a Yamaha. Cal será capaz de acumular uma boa quilometragem com a nossa M1, o que deve ajudá-lo nos testes e no trabalho de desenvolvimento para a Yamaha. Cal substituirá Franco nas próximas três corridas e não temos objetivos reais para ele em termos de resultados. Faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para apoiá-lo e fazê-lo sentir-se confortável na equipe. Ele já está familiarizado com algumas das pessoas-chave da equipe, o que ajuda, e tenho certeza de que está pronto para o desafio.”

crutchlow yamaha motogp

Cal Crutchlow, Petronas Yamaha Sepang Racing Team – “É muito bom voltar a rodar com a Yamaha este ano como piloto de testes oficial e poder intervir quando necessário é bom para todas as partes. Estou ansioso por correr pela Petronas Yamaha SRT nos três Grandes Prêmios. Obviamente, não está nas melhores circunstâncias e desejo uma boa recuperação ao Franco, espero que ele volte com força após a cirurgia no joelho. Tenho certeza que sim, porque ele tem pilotado de maneira fantástica nos últimos dois anos.”

“Acho que é difícil definir metas para essas três corridas e será mais sobre entender a moto, já que tive poucos dias de pilotagem este ano. O bom será que posso comparar as motos e devo ser capaz de reunir muitos dados para a Yamaha. É um pouco como ser jogado no fundo do poço, já que é uma classe de MotoGP muito competitiva, mas estou realmente ansioso por isso e vai ser bom estar de volta ao grid. Estou ansioso para encontrar a equipe na Áustria, embora haja alguns rostos familiares para mim porque Wilco Zeelenberg foi meu gerente de equipe no Supersport em 2009 e na verdade corri contra Johan Stigefelt alguns anos atrás, então será um prazer para estar de volta com eles.”

Enfim, a categoria ainda está de ‘férias’, e só volta no dia 08 de agosto, com o GP da Estíria, no Circuito Red Bull Ring, em Spielberg. No Brasil, a transmissão acontece ao vivo nos canais FoxSports (que agora faz parte do grupo ESPN).

fonte

fotos: divulgação

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo created by DesignEvo logo maker