MotoGP | Ducati apresenta as motos de Bagnaia e Miller para a temporada 2022

Compartilhar

A Ducati apresentou as motos Ducati Lenovo Team para a temporada de MotoGP de 2022. A equipe continua com os dois pilotos da temporada passada, Francesco Bagnaia, vice-campeão do Campeonato de 2021, e Jack Miller, que terminou em quarto.

Eles vão pilotar as máquinas Desmosedici GP22, que trazem uma nova pintura vermelha da Ducati. Segundo eles, é a primeira vez na história da MotoGP que as motos da equipe de fábrica terão um novo vermelho Ducati, a mesma cor das motos que vendem aos clientes. Para ser honesto, não notamos nenhuma diferença.

A equipe acredita que Francesco Bagnaia será o desafiante ao título este ano, com grande potencial para conquistá-lo. Também não descartam um desafio do australiano.

Claudio Domenicali (CEO da Ducati Motor Holding):  “Há uma grande empolgação para o início desta temporada de MotoGP. Depois de vencermos nosso segundo título consecutivo de Construtores, o desejo de nos colocarmos à prova é grande. Na temporada passada, decidimos focar numa nova estratégia que nos tem dado grande satisfação, com pilotos jovens e enérgicos que amadureceram este ano, fortalecidos pela experiência adquirida e prontos para serem ainda mais competitivos. Mais duas das nossas motos serão adicionadas em 2022, trazendo o número de motos Ducati em pista em todo o mundo para oito.

“Pela primeira vez na nossa história de MotoGP, as motos Desmosedici GP da equipa de fábrica terão uma nova pintura vermelha da Ducati, a mesma cor das motos que vendemos aos nossos clientes apaixonados. É um sinal e testemunho do vínculo cada vez mais estreito entre as motos que desenvolvemos para corrida e aquelas que todo Ducatista pode comprar. A Lenovo também está ao nosso lado. Além de ser o principal parceiro da equipe de fábrica, é também um importante parceiro tecnológico com o qual alcançamos objetivos importantes, como agilizar a coleta e análise de dados que nos permitiram melhorar os processos de tomada de decisão na pista. Mal podemos esperar pelo dia 6 de março para começar a temporada no Catar e voltar torcendo todos juntos com a Ducatisti #ForzaDucati!”

Luigi Dall’Igna (Gerente Geral da Ducati Corse): “Estamos entusiasmados por começar esta nova temporada. Em 2021, alcançamos objetivos importantes ao conquistar nosso terceiro título de construtores, nosso segundo título de equipes e fechar o campeonato de pilotos em segundo com Francesco Bagnaia. Pecco cresceu muito nos últimos Grandes Prêmios do ano passado, somando quatro vitórias e nove pódios. Temos certeza de que ele será um dos principais candidatos do Campeonato nesta temporada. Ao lado dele estará Jack Miller, que mostrou seu talento em várias ocasiões no ano passado, somando cinco pódios, incluindo duas vitórias emocionantes, e que, como Pecco, tem potencial para disputar o título.

“Não vai ser fácil e sabemos que a luta no Campeonato será ainda mais acirrada. Existem vários pilotos fortes, e os outros fabricantes certamente trabalharam durante o inverno para tornar o seu pacote ainda mais competitivo. trabalhando duro nos últimos meses para dar a Pecco e Jack uma moto Desmosedici GP 22 que permitirá que eles sejam os principais candidatos em todas as corridas e em qualquer condição. Vai ser uma temporada muito desafiadora com vinte e um GPs confirmados, mas estamos prontos e ansiosos para entrar no caminho certo para colher os benefícios de nosso trabalho duro.”

ducati 2022 motogp

Francesco Bagnaia : “Estou feliz pelo início desta nova temporada. Terminamos 2021 em alta e espero continuar 2022 de onde paramos no ano passado. Eu e minha equipe crescemos muito desde então. Sinto-me bem com minha equipe e tenho certeza de que podemos fazer grandes coisas juntos. A Desmosedici GP nesta nova cor está ainda mais bonita e mal posso esperar para voltar a correr com ela. O objetivo para esta temporada será, como sempre, melhorar constantemente e ser competitivo em todas as corridas. Nosso objetivo é trazer o título de pilotos de MotoGP, assim como os títulos de equipes e fabricantes, de volta a Borgo Panigale”.

Jack Miller : “O campeonato está finalmente prestes a começar e me sinto mais do que nunca pronto para enfrentar esta nova temporada. Ter mais um ano de experiência no MotoGP definitivamente me faz sentir mais forte e sinto que melhorei muito, tanto física quanto mentalmente, em relação a 2021. Será meu segundo ano com a Ducati Lenovo Team, um grupo de pessoas que são realmente apaixonados por Motorsports, e me sinto sortudo por fazer parte disso. Ser um piloto de fábrica da Ducati é motivo de orgulho e significa ter o apoio de muitos fãs, não apenas na Itália, mas também em todo o mundo. Mal posso esperar por março e poder entrar na pista para a primeira corrida do ano no Catar!”

Enfim, a temporada 2022 da MotoGP tem atualmente 21 Grandes Prêmios confirmados, e vai começar oficialmente no dia 6 de março no Qatar. Antes disso, estão marcados os testes oficiais: 11 de fevereiro na Indonésia (novo circuito); e 19 de fevereiro em Portugal.

Para mais informações sobre a MotoGP, acesse o site https://www.motogp.com/.

fotos: divulgação

Compartilhar

Marcelo Souza

Autor, Editor e Administrador do site MotoNews Brasil, formado em Ciências Contábeis, apaixonado por motos e tecnologia.

Logo created by DesignEvo logo maker