Venda de motos no Brasil tem forte queda em abril de 2020, devido ao coronavírus

Compartilhar

A venda de motos no Brasil em abril de 2020, teve uma forte queda de 62,52%, comparando com o mês anterior, segundo dados de emplacamentos da Fenabrave. Comparando com o mesmo mês do ano passado, o tombo foi ainda maior, de 69,74%, e no acumulado, a queda foi de 21,85%.

A queda foi impactada principalmente pela pandemia do novo coronavírus, que obrigou o fechamento dos comércios e serviços não essenciais. Com isso, as concessionárias foram fechadas e obrigadas a tentar novas formas de venda, por exemplo, através da internet e até por redes sociais.

Em abril, foram emplacadas 28.256 unidades, contra 75.394 no mês anterior, uma queda de 62,52%. Contra o mesmo mês do ano passado, a queda foi de 69,74% e no acumulado (janeiro-abril) contra o mesmo período do ano passado, a queda foi de 21,85%.

Vendas 2020JaneiroFevereiroMarçoAbril
Honda71.90362.02760.34722.870
Yamaha14.10212.42310.2733.931
Haojue1.0331.012761151
BMW798752610309
Kawasaki597498565255
H. Davidson409387354166
Dafra35836532537
Triumph314369313130
Suzuki26927825065
Royal Enfield18323417261
Kymco7268806
Ducati70767927
KTM59384914
Emplacamentos Mensais 2020 (em unidades). Fonte: Fenabrave

Em termos percentuais, a marca que mais sentiu o tombo foi a Kymco, com queda de 92,5% (6 unidades em abril contra 80 em março), seguida da Dafra com queda de 88,6% (37 unidades em abril contra 325 em março) e da Haojue, com queda de 80% (151 unidades em abril contra 761 em março).

Em quantidade de vendas, a Honda foi a mais impactada por ser a marca que mais vende moto no Brasil, disparada. Ela emplacou apenas 22.870 unidades em abril contra 60.347 em março, ou seja, 37.477 unidades a menos (-62,1%). A Yamaha também seguiu no mesmo caminho, com queda de 61,7%.

Considerando tudo isso, teremos uma retração nas vendas em 2020, mas números e estimativas oficiais ainda não foram divulgadas.

Enfim, a Honda continua na liderança folgada, com 78,9% de participação de mercado no acumulado, e sua moto mais vendida continua sendo a CG 160, que possui 28% de todas as motos vendidas.

fonte: Fenabrave

Veja também os Mais Populares:

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo made with DesignEvo