MotoGP | GP da Itália é cancelado; calendário 2020 é divulgado

Compartilhar

O MotoGP anunciou que o GP da Itália, no Autódromo Internacional de Mugello, foi cancelado, devido à pandemia do novo coronavírus. Além disso, a categoria divulgou o calendário atualizado para a temporada 2020.

Anteriormente a categoria já tinha cancelado os GP’s da Alemanha, Holanda, Grã-Bretanha, Austrália, Finlândia e Japão. Portanto, são sete GP’s cancelados na temporada 2020 do MotoGP. A categoria principal também não correu na abertura da temporada, no Catar, em março.

O GP da Itália já tinha sido adiado e, após as mudanças no calendário, teve que ser cancelado.

Paolo Poli, CEO do circuito de Mugello: “Apesar do esforço comunitário feito para encontrar uma solução prática, a impossibilidade de realizar um evento aberto aos espectadores, bem como as dificuldades que surgiram dessa situação excepcional, não nos permitiram encontrar uma nova data para o Grande Prêmio da Itália.

“Gostaria de agradecer a todos os nossos fãs que nos apoiaram e incentivaram durante esses meses e os convidamos de volta a Mugello em 2021 para o que será, como sempre, um dos eventos mais emblemáticos da temporada”.

mugello

Carmelo Ezpeleta, CEO da Dorna Sports: “É com pesar que anunciamos o cancelamento de Mugello. Infelizmente, não conseguimos encontrar uma solução para os problemas logísticos e operacionais resultantes do calendário pandêmico e reorganizado para permitir que visite o local nesta temporada. É uma grande perda, pois Mugello é um dos circuitos mais bonitos do mundo e estamos muito orgulhosos de chamar a casa do Grande Prêmio da Itália.

“Em nome da Dorna, gostaria de agradecer aos fãs pela compreensão e paciência que demonstraram enquanto esperamos que a situação melhore. Estamos ansiosos para voltar a Mugello na próxima temporada para mais um impressionante fim de semana de corrida”.

Calendário 2020 divulgado

O MotoGP divulgou o calendário 2020 atualizado e começará no Circuito de Jerez – Angel Nieto, na Espanha, com o GP da Espanha em 19 de julho e o GP da Andaluzia em 26 de julho. Após um fim de semana de folga, eles seguem para a República Checa para o GP da República Checa, em Brno. Depois viajam para a Áustria, para o GP da Áustria e GP da Estíria, ambos no Red Bull Ring.

Três semanas depois, o circuito mundial de Misano, Marco Simoncelli, sediará o GP de San Marino e da Riviera de Rimini e o GP da Emilia Romagna e da Riviera de Rimini. O GP da Catalunha, em Barcelona, vem na sequência.

No dia 11 de outubro, o MotoGP seguirá para a França com o reprogramado GP da França, em Le Mans. Apenas uma semana depois, corrida dupla em Aragão – o GP de Aragão e o GP de Teruel. Então, duas semanas depois, as duas últimas rodadas europeias acontecerão no Circuito Ricardo Tormo, com o GP da Europa ocorrendo em 8 de novembro e o GP da Comunidade Valenciana em 15 de novembro.

No mínimo, 13 rodadas acontecerão nos Campeonatos Mundiais de Moto2 e Moto3 em 2020 e 12 no MotoGP, depois de perder a estréia da temporada no Qatar. No entanto, poderemos ver um máximo de 17 rodadas, com quatro corridas em potencial, fora da Europa, entre 22 de novembro e 13 de dezembro. O GP das Américas, o GP da República Argentina, o GP da Tailândia e o GP da Malásia, serão confirmados antes de 31 de julho.

motogp calendário 2020

fotos: divulgação

Veja também os Mais Populares:

Compartilhar

Marcelo Souza

Autor, Editor e Administrador do site MotoNews Brasil, formado em Ciências Contábeis, apaixonado por motos e tecnologia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo made with DesignEvo