Jovens ainda querem comprar motos, indica pesquisa

Compartilhar

Estudos recentes apontam um declínio no interesse dos jovens em possuir um carro. O elevado custo de se manter um automóvel e a popularização de aplicativos de mobilidade urbana são alguns dos motivos.

Ainda que a venda de carros esteja em declínio, este cenário não se aplica às motocicletas. Nos Estados Unidos, o International Motorcycle Show (IMS) realizou uma pesquisa que entrevistou 6.800 pessoas em sete cidades. Os resultados comprovaram que os jovens ainda querem comprar motos.

Quase metade dos entrevistados ainda não tinha carteira de habilitação para motos. No entanto, entre os não habilitados, 81% afirmaram ter interesse em obter a carteira e pilotar motocicletas no seu dia a dia.  Destes, 64% eram jovens abaixo de trinta anos, o que demonstra que boa parcela dos interessados em ter uma motocicleta é formada por jovens.

Aqui no Brasil, o mercado indica um comportamento semelhante. Em junho de 2019, a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas e Similares (Abraciclo) divulgou que a venda de motos no país subiu 16% no primeiro semestre em relação à 2018. Foram mais de 530.000 motos vendidas. Neste período, a Honda se destacou como a marca preferida dos consumidores brasileiros, com o modelo CG 160 em primeiro lugar, seguido por Biz e Bros.

Quando comparadas a carros, o interesse por motocicletas é explicável: elas são mais baratas e econômicas, ocupam menos espaço no trânsito, e proporcionam aos jovens a sensação de liberdade que eles desejam.

Financiamento: realizando o sonho de comprar uma motocicleta

O que impede os jovens, então, de comprar sua primeira motocicleta? A maioria é nova no mercado de trabalho e ainda não teve a chance de formar uma poupança. Para este grupo de limitado poder aquisitivo, uma opção atraente é financiar a motocicleta.

honda bros esdd

Apesar de mal visto por alguns, o financiamento pode ser uma escolha vantajosa: o que se paga de juros pode ser compensado com a economia em outros pontos. Por exemplo, em cidades com trânsito pesado, o tempo que se salva na comuta diária com uma moto pode ser investido nos estudos ou em outros negócios, gerando renda extra.

Mas é necessário cautela: segundo Fabricio Von, especialista em finanças e editor do site Financiar Moto, “para que seja realmente útil ao consumidor, o financiamento de motos deve ser muito bem planejado. Analisar a situação financeira e o estilo de vida da pessoa é primordial para que a aquisição da moto financiada não se transforme em dor de cabeça”.

Fabricio também faz um alerta em relação aos financiamentos oferecidos por instituições bancárias. “Mesmo que a proposta aparente ter muitas vantagens, nunca assine o contrato de financiamento na hora, na frente do gerente. Peça uma cópia, leve para casa, leia com calma e anote as dúvidas que você tiver”, recomenda Fabricio.

É importante analisar também o impacto que o pagamento das parcelas trará em sua vida, já que o financiamento pode tomar até 30% da sua renda mensal. Simuladores de financiamento de motos podem auxiliar no planejamento antes da compra. O site Financiar Moto disponibiliza um simulador gratuito que permite ao visitante calcular o valor aproximado das mensalidades de uma moto financiada.

Além disso, o site tem notícias relevantes e um guia de financiamento de motos com dicas para o leitor não cair nas armadilhas do mercado financeiro. Principalmente para os jovens, a certeza de um bom negócio é mais importante do que a compra da moto. “Com cautela e educação financeira, a aquisição da primeira moto através de um financiamento adequado torna-se plenamente possível. É um sonho que pode ser realizado”, afirma Fabricio Von.

 Website: https://www.financiarmoto.com.br/

Veja também os Mais Populares:

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo made with DesignEvo